Após a expedição da RPV: como receber o dinheiro?

Publicado em 11/12/2023

Expedição da RPV. As RPVs são depositadas pelos TRFs nos bancos oficiais, o que ocorre antes do prazo fixado para pagamento dos precatórios.

Após a expedição da RPV: como receber o dinheiro?

O que você vai conferir neste artigo?

  • Introdução
  • Comunicação ao Ente Devedor
  • Registro e Pagamento
  • Depósito Judicial
  • Informação ao Beneficiário
  • Saque
  • Agilização do Processo
  • Conclusão

Primeiramente, a Requisição de Pequeno Valor (RPV) é um instrumento jurídico crucial no contexto de pagamentos devidos pela administração pública após decisões judiciais.

Após a expedição da RPV, inicia-se um processo que visa assegurar ao beneficiário o recebimento do valor de forma ágil e eficiente. 

Neste artigo, exploraremos em detalhes, principalmente, os passos típicos desse processo e os elementos essenciais que os envolvem.

1. Explicação Detalhada da RPV:

A RPV representa uma ordem de pagamento destinada a saldar valores reconhecidos judicialmente devidos pelo Estado. 

Os processos geralmente geram esses valores, nos quais a administração pública recebe condenação para efetuar um pagamento específico.

Quando o montante a ser pago não ultrapassa um determinado limite estabelecido por lei, ocorre a expedição da RPV, garantindo um trâmite mais célere.

2. Comunicação ao Ente Devedor:

Após a expedição da RPV: como receber o dinheiro?

Após a expedição da RPV, um ponto crucial é a comunicação oficial ao ente devedor. Este pode se configurar como uma autarquia, fundação, Estado ou Município. 

Essa comunicação marca o início do processo de pagamento e notifica a entidade responsável sobre a obrigação de efetuar o pagamento conforme determinado pela decisão judicial.

3. Registro e Pagamento:

O ente devedor, ao receber a comunicação da RPV, procederá com o registro da requisição e iniciará os trâmites para efetuar o pagamento. 

Agora, o processo de registro pode variar conforme a legislação local, englobando a inclusão do valor no orçamento e os procedimentos necessários para a efetiva quitação do débito.

4. Depósito Judicial:

Em algumas situações, o depósito do valor da RPV pode ocorrer em conta judicial, permanecendo até que o beneficiário, ou seja, o credor, providencie os documentos necessários para o saque.

Nesse sentido, este mecanismo tem como objetivo garantir a segurança do valor até a conclusão de todas as formalidades.

Após a expedição da RPV: como receber o dinheiro?

Em geral, o juiz expedirá a RPV (Requisição de Pequeno Valor) após o trânsito em julgado da decisão judicial, ou seja, quando não há mais possibilidade de recurso.

Assim que o valor for disponibilizado, o juiz intimará o segurado, informando que o montante está pronto para ser levantado.

Em algumas situações, a fase de execução pode ocorrer ainda na primeira instância. Quando, por exemplo, existe um acordo entre as partes e portanto nenhum recurso será apresentado.

5. Informação ao Beneficiário:

O beneficiário da RPV é notificado sobre a disponibilidade do valor para saque. Essa notificação ocorrerá por meio de intimação judicial ou outros meios oficiais, dependendo das especificidades da legislação vigente.

Após a expedição da RPV: como receber o dinheiro?

6. Saque:

Logo após, munido dos documentos necessários, o beneficiário realiza o saque do valor em uma agência bancária previamente indicada pelo ente devedor ou pela autoridade judicial responsável.

7. Agilização do Processo:

Após a expedição da RPV: como receber o dinheiro?

Para otimizar o processo, é fundamental que o beneficiário esteja atento aos prazos estipulados e forneça prontamente toda a documentação necessária para o saque. A colaboração eficiente entre as partes envolvidas contribui para a celeridade do processo.

Conclusão

Em conclusão, o processo após a expedição da RPV envolve uma série de etapas cruciais que visam garantir ao beneficiário o recebimento célere do valor devido.

Assim, a compreensão detalhada desses passos e o cumprimento rigoroso dos requisitos legais são fundamentais para assegurar o sucesso desse processo.

 

Para saber mais sobre o assunto, acesse nosso blog

Carine Santana

Carine Santana

Bacharel em Direito com especializações em Marketing e Copywriting.
Carine atua como Redatora no LcBank.

Consulte o andamento do seu processo e o valor da sua RPV
É muito fácil antecipar sua RPV. Preencha o formulário e um de nossos atendentes vai entrar em contato com você.
Please enable JavaScript in your browser to complete this form.

Menu

Entre em contato Agora:

Acompanhe nossas Redes:

Canal de Relacionamento:

(61) 9426-6387(9h às 19h de segunda a sexta, exceto domingos e feriados)

SAC: 

(61) 99263-6799(9h às 19h de segunda a sexta, exceto domingos e feriados)

Setor Bancário Sul – Quadra 2 Bloco S  Cobertura do Ed. Empire Center 
CEP 70070-904 Brasília/DF

Aviso Legal: O LCbank atua exclusivamente na compra e intermediação de Precatórios, RPVs, direitos creditórios e ativos judiciais. Não somos e nem atuamos como instituição financeira. LCbank – CNPJ 43.945.933/0001-64

Open chat
Receba já o seu dinheiro
Quer antecipar sua RPV, Processo contra o INSS, Precatório do INSS (Federal)? O LCB vai te ajudar agora!